Clínica escola prepara alunos de medicina para o mercado de trabalho



Você conhece a função da clínica escola? Sabe como ela prepara os estudantes de medicina para o mercado de trabalho? Para responder a essas e a outras questões sobre o assunto, preparamos este post.

A seguir, você compreenderá como esse recurso faz toda a diferença na formação do futuro médico e ainda cumpre uma importante função social. Preparado? Então, dê uma pausa no episódio de Grey’s Anatomy e bora lá!

Como funciona uma clínica escola?

A clínica escola é muito mais que um importante instrumento que auxilia na formação dos futuros médicos. Ela possibilita a prática do conhecimento teórico, aprendido em sala de aula, consolidando-o como habilidade do estudante. Resultado: ao praticar a medicina no mercado de trabalho, o profissional terá muito mais segurança e precisão em seus diagnósticos.

Sem contar que é somente no dia a dia, por meio dos casos clínicos e das queixa dos pacientes, que dúvidas cruciais aparecem. Na clínica escola, experientes médicos poderão solucioná-las e avaliar toda a conduta do estudante, instruindo sempre. Não se trata de praticar o atendimento sem um profissional responsável. Muito pelo contrário. Nesse momento, que faz parte do processo de formação, os discentes têm a oportunidade de trabalhar com suporte, apoio e supervisão exigentes. Afinal, saúde é um assunto muito sério.

Sabe, então, por que falamos que a clínica escola é muito mais que um auxílio na formação? O motivo está relacionado ao papel social desempenhado por ela. Hoje, a clínica escola representa uma ponte de integração com a população por meio de atendimentos gratuitos. Com isso, os acadêmicos atendem a pessoas de todas as idades, cobrindo um espaço no qual o ente público não consegue dar conta. Os pacientes chegam encaminhados por hospitais ligados ao Sistema Único de Saúde (SUS) ou procuram a clínica espontaneamente.

Como funciona a prática da medicina antes da formação?

Diferente das faculdades que pertencem às áreas de exatas e humanas, na medicina os estudantes não vão estagiar em empresas, escolas ou repartições públicas. A formação requer o exercício da profissão — o que aparece na matriz curricular — em hospitais universitários ou clínicas escolas. Esses locais são bem equipados para atender à população e contam com médicos experientes para instruir os estudantes a todo o momento.

Portanto, antes de escolher a faculdade que preparará você para exercer a carreira dos seus sonhos, certifique-se de que ela apresente um espaço para a prática médica durante a graduação. Isso fará toda a diferença na sua atuação no mercado de trabalho. Afinal, o ambiente permite aprendizado constante, mesmo com as falhas, uma vez que elas são permitidas (e imediatamente corrigidas) sob rigorosa supervisão de médicos. Após a conclusão do curso, entretanto, não haverá mais espaço para elas. E o melhor é que, enquanto trabalha e aprende, você desempenha um importante papel de cunho social.

Viu como a clínica escola prepara os estudantes de medicina para o mercado de trabalho? Esperamos que, caso essa seja a profissão que escolheu, você consiga aproveitar todo aprendizado teórico e prático durante a faculdade. Temos certeza de que você dará conta do recado! Inicie agora a sua jornada. Faça a sua inscrição no vestibular FAMINAS-BH.